O SUSE Linux Enterprise Server (SLES) é um sistema operacional de servidor de código-fonte aberto seguro e de nível mundial, projetado para capacitar cargas de trabalho físicas, virtuais e baseadas em nuvem de extrema importância. O Service Pack 2 aumenta ainda mais o nível de suporte para ajudar as empresas a acelerar a inovação, aumentar a confiabilidade do sistema, atender a rigorosos requisitos de segurança e adaptar-se a novas tecnologias.

Principais recursos do Service Pack 2
  • Transformar o Software Defined Networking e o Network Function Virtualization
  • Atender aos rigorosos requisitos de segurança do governo federal (FISMA)
  • Adaptar-se às novas tecnologias – ARM AArch64, Raspberry Pi e Omni-Path
  • Acesso fácil ao pacotes e às tecnologias mais recentes usando a integração do SUSE Package Hub com o SUSE Customer Center (SCC)

Saiba mais ›

Clique para ver mais recursos

Requisitos do sistema

Memória
  • Instalação local: 512 MiB de RAM
  • 512 MIB, troca recomendada
Espaço em disco
  • 2 GiB de espaço disponível em disco
  • 8,5 GiB para todos os padrões, recomendado
  • 16 GiB para instantâneo/rollback do SO
Específico para o servidor
  • Para servidor virtual host Xen
  • Para servidor virtual host KVM
  • Para servidores de impressão
  • Para servidores Web
  • Para servidores de banco de dados
  • Para servidores de arquivo
Rede
  • OSA Express Ethernet
  • 10 GBE, vSwitch
Clique para ver mais especificações

O que é o SUSE Linux Enterprise Server (SLES)?

O SUSE Linux Enterprise Server 12 é um sistema operacional para servidores altamente confiável, escalável e seguro para a implantação eficiente de serviços de TI de classe empresarial em ambientes físicos, virtuais ou em nuvem.

O SUSE Linux Enterprise Server (SLES) é oferecido em infraestruturas de computação em nuvem?

Sim. O SUSE Linux Enterprise Server (SLES) é oferecido por meio de mais de 50 provedores de serviços de nuvem pública no mundo todo, tais como Amazon Web Services, Google Compute Engine e Microsoft Azure. Um dos modos mais fáceis e rápidos para criar e implantar imagens personalizadas do sistema operacional ou aplicações e cargas de trabalho completas para essas infraestruturas de nuvem é usando o SUSE Studio.

Em quais arquiteturas e hardwares o SUSE Linux Enterprise Server (SLES) é executado?

Os principais fornecedores de hardware oferecem suporte ao SUSE Linux Enterprise Server (SLES). A versão 12 pode ser executada nas seguintes arquiteturas de 64 bits: Intel 64 e AMD64, IBM POWER e System z.

O que há de novo no SUSE Linux Enterprise Server 12 SP2?

O Service Pack 2 aumenta ainda mais o nível de suporte para ajudar as empresas a acelerar a inovação, aumentar a confiabilidade do sistema, atender a rigorosos requisitos de segurança e adaptar-se a novas tecnologias. A nova funcionalidade inclui suporte para SDN e NFV, novas tecnologias/arquiteturas (ARM AArch64, Raspberry Pi, Intel Omni-Path), certificação FIPS140-2, integração do SUSE Package Hub e muitos outros recursos. Saiba mais sobre o Service Pack 2.

Quais são as principais inovações do SUSE Linux Enterprise Server 12?

Além das melhorias no Linux kernel 3.12, o SUSE Linux Enterprise Server 12 inclui mais de 2.000 novos recursos e novas melhorias. Veja a lista completa de recursos.

Clique para ver mais perguntas

Crie e suporte uma infraestrutura de TI ágil

Implante inovações mais recentes em contêineres, adapte-se às novas arquiteturas de hardware e obtenha facilmente os pacotes mais recentes usando o Package Hub integrado.

Mais ›

Implante serviços de extrema importância

Use a base da infraestrutura do SUSE Linux Enterprise para maximizar o tempo de atividade do serviço, aumentar a virtualização, oferecer segurança máxima e criar uma infraestrutura econômica.

Mais ›

Melhore continuamente a infraestrutura de TI

Implante soluções prontas para uso, preparadas para empresas, com segurança comprovada e desempenho otimizado.

Mais ›