Os servidores baseados no SUSE Linux Enterprise são alguns dos sistemas de infraestrutura de software mais confiáveis, eficientes e econômicos disponíveis. Com o SUSE Linux Enterprise Server (SLES), você poderá aproveitar nosso suporte premiado e nossa ampla rede de tecnologia de código-fonte aberto.

O SUSE Linux Enterprise Server (SLES) foi projetado para ambientes de TI mistos e é recomendado exclusivamente pela Microsoft, SAP e VMware.

Aumente o tempo ativo

Vários novos recursos aumentam a já incrível confiabilidade, disponibilidade e facilidade de manutenção do SUSE Linux Enterprise Server (SLES). Cumpra seus contratos de nível de serviço e mantenha sua empresa funcionando.

Mais ›

Acelere a inovação

Com o SUSE Linux Enterprise Server (SLES), você obtém acesso rápido a novas tecnologias de parceiros e de código-fonte aberto. Nosso software de alta qualidade e fácil integração também diminui o time-to-value.

Mais ›

Aumente a eficiência operacional

Melhore sua eficiência operacional com novas ferramentas que simplificam e automatizam o gerenciamento de TI. Você economizará tempo e dinheiro com as opções de implantação flexíveis do SUSE Linux Enterprise Server (SLES).

Mais ›

Computação essencial

Impulsione sua empresa para um novo nível de produtividade e de competitividade com o SUSE. O Service Pack 1 aprimora ainda mais o SUSE Linux Enterprise, tornando-o a plataforma mais interoperável para computação essencial nos ambientes físico, virtual e na nuvem.

Soluções SAP no Linux

Como você consegue os níveis de tempo de atividade e desempenho que seus negócios exigem sem elevar demais seus custos operacionais nem investir uma fortuna em soluções complexas de continuidade de negócios? Para dezenas de milhares de clientes SAP e SAP HANA, a resposta é o SUSE Linux Enterprise Server for SAP Applications. É a plataforma principal para soluções SAP no Linux e a escolha de SO compatível e recomendada para o SAP HANA.

Migração de aplicativos para SUSE

A migração de aplicativos para Linux faz parte da melhoria contínua da sua infraestrutura, das tecnologias e processos de TI, impulsionada pelo alto custo de propriedade para renovação de plataformas e software proprietários (Windows, UNIX, S/390), pelo desejo de melhorar as métricas da relação preço-desempenho do data center, ou pela perspectiva de um aplicativo importante ficar sem suporte.