Geo Clustering para SUSE Linux Enterprise High Availability Extension

Em caso de desastre regional, poderá ocorrer queda de energia e as cargas de trabalho críticas podem falhar. Isto não é aceitável. O Geo Clustering para SUSE Linux Enterprise High Availability Extension fornece failover baseado em regras para transferência automática ou manual de uma carga de trabalho para outro cluster fora da área afetada. Suas cargas de trabalho críticas são transferidas da região afetada para continuarem em execução.

Principais benefícios
  • Proteja as cargas de trabalho em data centers distribuídos globalmente
  • Use multilocação para gerenciar geo clusters de acordo com as necessidades comerciais
  • Tenha o máximo de proteção para cargas de trabalho para nunca enfrentar tempos de espera não planejados
  • Esteja em conformidade com as normas do setor, com a opção de failover manual
  • Proteja aplicativos essenciais contra catástrofes regionais
  • Implante clusters do Linux físicos e virtuais em data centers
Clique para ver mais recursos

Requisitos do sistema

Recomendações para usos específicos
  • 512 MiB a 4 GiB RAM, pelo menos 256 MiB por CPU
  • 4 GiB de espaço em disco, 16 GiB para instantâneo/rollback do SO
  • Interface de rede (ethernet, sem fio ou modem)
  • Redundância de rede
  • Mecanismo de fencing de E/S e possível armazenamento compartilhado
  • Para servidor de host virtual Xen — pelo menos 512 MiB de RAM para cada servidor de host virtual
  • Para servidor de host virtual KVM — os limites do KVM são iguais aos do SUSE Linux Enterprise Server (SLES)
  • Para máquinas virtuais Xen ou KVM — pelo menos 256 MiB de RAM adicional para cada máquina virtual
(continuação)
  • Para servidores de impressão — um processador relativamente rápido ou processadores adicionais para aumentar a impressão com base em servidor
  • Para servidores web — RAM adicional para aumentar o cache e processadores adicionais para aumentar o desempenho do aplicativo Web
  • Para servidores de banco de dados — RAM adicional para aumentar o cache e uso de vários discos para E/S paralela
  • Para servidores de arquivo — memória e discos adicionais ou um sistema RAID (Redundant Array of Inexpensive Disks) para aumentar o throughput de E/S

    *Os requisitos de sistema são idênticos quando o Geo Clustering para SUSE Linux Enterprise High Availability Extension é usado em conjunto com o SUSE Linux Enterprise High Availability Extension.
Requisitos mínimos de sistema do servidor Linux
  • Instalação local: 512 MiB de RAM, 512 MiB de Swap recomendados
  • 2 GiB de espaço em disco disponível (recomendação: um espaço ainda maior; 8,5 GiB para todos os padrões)
  • 16 GiB para instantâneo/rollback do SO
Clique para ver mais especificações
Histórias de sucesso